NOTÍCIAS
21/11/2019 - PRA ONDE VAMOS?

Esta semana fomos surpreendidos com um fato inusitado, porém que nos faz pensar no momento que passamos todos nós trabalhadores da Dataprev, com a morte de um colega em pleno horário de trabalho, com o agravante que ninguém tenha percebido sua falta, ou até sua própria morte.

A partir deste momento precisamos refletir mais sobre o que estamos fazendo e para onde estamos indo, pois perdemos algo no meio do caminho, o que nos transformou em robotizados, sem nenhum sentimento de solidariedade e compaixão. Por vezes, percebemos o individualismo em boa parte de nossos colegas que entram na empresa usando um fone de ouvido e vidrado na tela do celular, passando por todos os demais sem ao menos levantar os olhos para cumprimentar os colegas. Em suas baias permanecem da mesma forma, calados por todo o expediente.

Por vezes temos alertado os trabalhadores sobre este momento, de frustrações para boa parte ou de um grande esforço em mostrar seu trabalho a pessoas que não conhecemos e que não nos conhecem, onde vemos nossa empresa sendo alvo de um programa de privatização defendido pelos gestores da empresa, que juram que a privatização “não é tão ruim assim”, onde nosso emprego está em jogo, de certa forma com risco para nossa casa, para nossa própria vida, com reajuste acumulado do plano de saúde, sem contar com o retroativo e a pressão vivida no dia-a-dia. 

Sobre o falecimento do nosso colega, verificamos que existe uma palavra que já estuda este tipo de acontecimento, inusitado nos trabalhadores da Dataprev. O Karoshi é uma palavra japonesa que significa "morte por excesso de trabalho", sendo já uma percepção da OIT - Organização Internacional do Trabalho. Apesar do significado claro da palavra, estudos comprovam qu, não é somente o esforço físico, mas o estresse vivido em determinadas situações que faz jus a este conceito. Outro fator que causa preocupação e que pode ser um estágio anterior ao Karoshi é a Síndrome de Burnout, cuja característica principal, segundo o Dr. Drauzio Varella, “é o estado de tensão emocional e estresse crônicos provocados por condições de trabalho físicas, emocionais e psicológicas desgastante.”

Aproveitamos para alertar à Dataprev em Brasília sobre estes fatores que se tornaram uma constante no mundo do trabalho e que nossa preocupação neste momento é com os trabalhadores, que devemos verificar e atender o local de trabalho e envidar esforços e providências necessários para equilibrar o ambiente de trabalho na empresa, assistindo os empregados que se relacionavam diretamente com nosso colega e que de alguma forma se consternaram.

A Diretoria do SINDPD-DF se solidariza aos trabalhadores da Dataprev em Brasília e, especialmente, aos familiares do colega HUMBERTO DEGRAZIA CAMPEDELLI, a quem prestamos nossas condolências com pesar.

SINDPD-DF

Campanha Salarial 2019/2020

CONFIRA


➡ BBTS/COBRA
➡ DATAPREV
➡ DIVIDATA
➡ PARTICULARES
➡ SERPRO

Notícias
Eventos
FAQ - Perguntas Frequentes
Jornal DF DADOS
Boletim informativo
Regulamentação da profissão
Contribuição Sindical
Atualize os dados da sua empresa
Cadastre-se e receba nosso boletim

 

 



SINDPD-DF – Setor de Diversões Sul (SDS) – Ed. Venâncio V, Loja 04 – Asa Sul, Brasília – DF CEP 70.393-904 - Tel: (61) 3225-8089